Dicas para mulheres

  Ir à consultas ao ginecologista deve fazer parte da rotina da mulher, porém sabemos que com as tarefas do dia a dia nem todas se preocupam com a saúde como deveriam. 
Por essa falta de atenção à saúde feminina foi instituído no mês de Outubro o conhecido “Outubro Rosa”. Uma campanha a favor da conscientização da saúde da mulher e a prevenção do Câncer de Mama. 

O que muitas mulheres esquecem é que o autoexame pode salvá-las do câncer de mama, pois um em cada três casos de câncer pode ser curado, se for descoberto logo no início. Se perceber algum nódulo no seio durante o autoexame procure seu médico. Apenas ele vai poder indicar os exames necessários para descobrir a situação. 

Faça mamografia- Se a mulher tem mais de 40 anos, deve fazer uma mamografia anualmente. A mamografia é um procedimento muito simples ele consiste em um tipo de raio-X das mamas, ele é de suma importância para ajudar a visualizar alterações de risco. 

Vá regularmente ao ginecologista- Além da consulta periódica ao ginecologista, a mulher deve adotar hábitos saudáveis de alimentação e exercícios físicos. A consulta ao ginecologista deve ser desde a primeira relação sexual até o período da pós-menopausa.  

É perfeitamente normal que sejam pedidos alguns exames de rotina, como glicemia, colesterol total e suas frações: triglicerídeos, creatina (avaliação da função renal), TGO e TGP (avaliação da função hepática), hemograma e exame de urina. Esses exames são pedidos, independente da idade.  

Antes do início da vida sexual, são feitos exames preventivos para detectar a presença de alguma doença no organismo da mulher, como por exemplo o HPV, responsável pela transmissão do Condiloma, hepátite B e da maior parte dos cânceres de colo de úmero.  Para a mulher que já iniciou a vida sexual, o exame de Papanicolau deve ser pedido pelo seu ginecologista. O principal objetivo desse exame é avaliar o colo uterino em busca de células alteradas, caso o resultado seja positivo deve-se realizar outros exames, como colposcopia e biópsia. 

Além desses exames, é recomendado o ultrassom pélvico transvaginal e de mamas; vulvoscopia; colposcopia; captura hibrida e exames de sangue. Esses exames auxiliam na prevenção de lesões no colo do útero, miomas, cistos nos ovários, infecções, endometriose, entre outros problemas. 

Para mulheres acima dos 50 anos, os exames devem se tornar mais freqüentes, e os cuidados com a osteoporose são maiores. Nessa faixa etária, exames como densitometria óssea são periódicos. Exames de dosagem do colesterol, glicemia, cálcio e hemograma são necessários e não podem deixar de ser realizados. 


Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários:

  1. Oi, Priscila!

    Tem toda razão... Cuidar da saúde é muito importante!!

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir

- olá meus amores,
deixe seu comentário abaixo.